ACESSE

Toffoli rejeita habeas corpus de chefe do Comando Vermelho

Telegram

De plantão no STF, Dias Toffoli rejeitou um habeas corpus apresentado na noite de sábado pela defesa de Isaías do Borel, considerado um dos chefes do Comando Vermelho no Rio.

Atualmente em regime semiaberto em Bangu, ele quer evitar seu retorno para uma penitenciária federal, onde voltaria para o regime fechado, conforme decidiu o Tribunal de Justiça do Rio.

Toffoli não viu urgência no caso e afirmou que o habeas corpus levado ao Supremo não incluiu a decisão do STJ que negou o mesmo pedido. O caso voltará a ser analisado por Celso de Mello, relator da ação, em agosto, após o fim do recesso.

Isaías da Costa Rodrigues, de 57 anos, ficou famoso na década de 80 por aterrorizar o Morro do Borel, na Zona Norte do Rio.

Foi condenado a mais de 40 anos de prisão por homicídios qualificados, lesão corporal grave, extorsão, formação de quadrilha, evasão mediante violência, tráfico e corrupção de menores.

Leia mais: Confira o que o jornalismo investigativo pode fazer por você em 30 dias

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 26 comentários