ACESSE

Toffoli suspende depoimento de hackers delatores à Justiça Federal

Telegram

Foi cancelado o depoimento dos delatores da Operação Spoofing, que investiga a invasão de celulares de autoridades, que estava marcado para hoje. O presidente do STF, ministro Dias Toffoli, atendeu a pedido da Defensoria Pública da União e cancelou a oitiva, que seria às 14h30.

Hoje seriam ouvidos os hackers Luiz Henrique Molição e Gustavo Henrique Dias Santos. Eles são acusados de integrar a organização criminosa que invadiu os celulares de diversas autoridades, entre elas o ex-ministro da Justiça Sergio Moro e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

A DPU pediu a suspensão da oitiva por não ter tido acesso a todas as informações coletadas pela Polícia Federal nas investigações e nem a tudo o que os delatores apresentaram aos investigadores.

Segundo informações da 10ª Vara Federal Criminal de Brasília, são mais de 3 TeraBytes de dados. A vara informou também que o acesso foi concedido, mas ainda não deu tempo de os HDs serem entregues aos advogados.

Na decisão, a que O Antagonista teve acesso, Toffoli disse que pediu informações ao juiz do caso, Ricardo Leite, no dia 14, mas até ontem à noite não havia recebido resposta do magistrado. Por isso, considerou “mais prudente” suspender os depoimentos dos delatores até que Leite informe ao STF ter atendido à DPU.

A Defensoria atua no caso em defesa de Danilo Cristiano Marques, acusado de ser auxiliar de Walter Delgatti Neto, o Vermelho, principal acusado pelas invasões dos celulares das autoridades.

De acordo com a denúncia, Delgatti roubou mensagens de Telegram dos celulares das autoridades e enviou os arquivos a Glenn Greenwald, do site The Intercept Brasil.

Os dois que seriam ouvidos hoje fizeram acordo de delação premiada com o Ministério Público e deporiam à Justiça pela primeira vez.

O processo corre sob sigilo.

**ARQUIVO** BRASILIA, DF, 30.07.2019 - Os hackers presos na operação Spoofing, Walter Delgatti Neto (camisa clara e blazer escuro) e Danilo Cristiano Marques (camiseta preta). (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

Leia mais: Golpe no planalto: o governo quase caiu na promessa de 500 bilhões de dólares

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 39 comentários