ACESSE

Toffoli suspendeu investigações a pedido de Flávio Bolsonaro

Telegram

Um pedido de Flávio Bolsonaro levou Dias Toffoli a suspender, hoje, todas as investigações em andamento no país abertas com base em dados repassados pela Receita ou Coaf ao Ministério Público sem autorização judicial.

“Não existe nada contra o Flávio, absolutamente nada. Ele é vitima das mais terríveis ilegalidades. Teve sigilo fiscal quebrado de forma ilegal e abusiva. Além disso, os dados foram vazados de forma ilegal e exibidos no Jornal Nacional. É algo duplamente criminoso. Iniciaram procedimento investigatório sem qualquer autorização judicial”, disse a O Antagonista o advogado Frederick Wassef.

O pedido foi feito dentro de um recurso que tramita em segredo de Justiça no STF envolvendo outro investigado em situação semelhante. Como o processo tem repercussão geral, a decisão de Toffoli foi estendida a todos os inquéritos do país abertos sem supervisão judicial.

O julgamento da ação em plenário, que tomará a decisão definitiva sobre a validade de tais investigações, está marcado para o dia 21 de novembro. Até lá, as apurações ficam paradas, mas também fica suspenso o prazo de prescrição.

LULA LIVRE E MORO SUSPEITO: SERÁ ASSIM NO STF? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Isaias -

    Quem achava que o Toffoli era petista roxo vai ter que rever seus conceitos, ele é sim, mas um bom protetor de bandido e, essa classe, não tem ideologia, assim como advogados

  • Isaias -

    Pois é, começou ou, recomeçou a pressão pela volta do velho esquema, da velha política, insistir em proteger gente acusada de corrupção no centro do poder

  • Uirá -

    Flávio Bolsonaro pediu que as investigações fossem anuladas pq elas conteriam vício de origem (nada a ver com COAF, mas com o MP-RJ). Aí Toffoli suspende investigações em que figure o COAF ?

Ler 102 comentários