Topa-tudo por um cargo

Na Câmara, a posição do PT é semelhante à no Senado: a ordem é jogar ao mar o candidato aliado André Figueiredo, do PDT, e agarrar-se aos cargos possíveis — de preferência, a primeira secretaria da Casa, hoje nas mãos de Beto Mansur, do PRB.

“O PT precisa de tribuna, de espaço e a gente quer recuperar isso”, disse um petista a O Globo.

Faça o primeiro comentário