​Tornozeleira corporativa

Pelos próximos três anos, a Embraer franqueará acesso a todos os seus departamentos e sistemas a um “monitor” externo, uma imposição das autoridades americanas pelo envolvimento da companhia brasileira com corrupção.

Segundo o Estadão, outras empresas brasileiras com capital aberto nos EUA podem ter de fazer o mesmo, caso da Petrobras, é claro, além de Eletrobras e Braskem.

O Brasil precisa chegar lá.