"Tratamento precoce" contra Covid-19 é ineficaz, diz presidente da Associação Médica

“Tratamento precoce” contra Covid-19 é ineficaz, diz presidente da Associação Médica
Foto: Divulgação/AMB

O chamado “tratamento precoce” contra a Covid-19, defendido pelo governo federal, é “ineficaz, não é isento de efeitos colaterais e, portanto, não deve ser recomendado”.

A avaliação é do novo presidente da Associação Médica Brasileira (AMB), César Eduardo Fernandes, em entrevista exclusiva à Crusoé.

“Devemos respeitar a autonomia dos profissionais sempre. Mas a autonomia dos médicos não lhes dá o direito de receitar fármacos que não são eficazes e ainda têm potenciais eventos adversos”, disse o médico à revista.

Fernandes também criticou o defunto TrateCov, aplicativo do Ministério da Saúde já retirado do ar.

“[E]sse TrateCov foi um aplicativo infeliz. Tanto é que o CFM, e faço aqui um tributo a essa postura, recomendou que o Ministério da Saúde o retirasse do ar. Ele induzia a erro”.

LEIA AQUI a entrevista completa, somente na Crusoé desta semana.

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie a o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO