Trava em reajuste de servidores pode abrir espaço para Renda Brasil

Trava em reajuste de servidores pode abrir espaço para Renda Brasil
Foto: Adriano Machado/Crusoé

Paulo Guedes pretende apresentar a Jair Bolsonaro, em reunião na sexta (28), algumas propostas para o Renda Brasil.

O Antagonista apurou que uma das saídas estaria na “super PEC” que será relatada pelo senador Márcio Bittar (MDB).

Como mostramos, a proposta deve abranger a PEC do pacto federativo, a PEC emergencial e a criação do Renda Brasil.

No pacto federativo, a equipe econômica avalia conseguir reduzir despesas e abrir espaço no Orçamento para o Renda Brasil por meio dos “três Ds” de Guedes: desindexar, desvincular e desobrigar.

Um dos caminhos estaria na redução dos penduricalhos dos servidores públicos e no fim da obrigatoriedade de se fazer reajuste salarial ao funcionalismo público todos os anos, como prevê a Constituição.

Esta seria uma forma de abrir espaço no Orçamento sem ter de extinguir ou reduzir programas e benefícios sociais, como quer Bolsonaro.

Segundo auxiliares de Guedes, a maior dificuldade seria aprovar as medidas no Congresso. A saída seria não estipular um valor para o benefício médio do Renda Brasil e construir o texto com parlamentares.

Leia mais: 'Crusoé' revelou pagamentos da JBS ao advogado de Bolsonaro e a participação do presidente em operação em favor do grupo dos irmãos Joesley e Wesley Batista. E os repórteres seguem investigando
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 31 comentários
TOPO