ACESSE

TRE cassa mandato de relator da Lei de Abuso de Autoridade

Telegram

O Tribunal Regional Eleitoral do Paraná cassou o mandato de Ricardo Barros (PP-PR), deputado que encampou e relatou na Câmara a proposta da Lei de Abuso de Autoridade.

Como ainda cabe recurso ao TSE, a decisão não tem efeito imediato.

Barros foi acusado de transformar em ato eleitoral um jantar de festa de aniversário em Barbosa Ferraz (PR), no ano passado. Ele disse estar “tranquilo e confiante na reversão da decisão”.

“Fui relator da Lei de Abuso de Autoridade na Câmara. Legislação recebida com resistência por diversos setores do judiciário brasileiro, porém não acredito que essa decisão seja algum tipo de retaliação.”

Gilmar Mendes, o dono do Supremo. LEIA AQUI

Comentários

  • Carmen -

    Tomara que seja cassado! Tomara!

  • MARCELO -

    Este senhor é uma vergonha para o Paraná. Aliás, não é o único. Não a toa, esse cidadão é contra a Lava Jato. A favor da Lei de Abuso. Não é difícil localizar o lixo no Congresso Nacional.

  • PAULO -

    País do faz de conta, o TRE para mostrar trabalho (inútil) condena o deputado porque deu um jantar, Brasil país dos recursos, faz da justiça uma coisa inútil.

Ler 55 comentários