ACESSE

TRE de Mato Grosso cassa mandato de José Medeiros

Telegram

O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso cassou, por unanimidade, o mandato do senador José Medeiros, do Podemos, por fraude na ata eleitoral de 2010.

O Globo informa que ainda cabe recurso da decisão, mas o TRE determinou que o suplente, Paulo Fiúza, seja empossado imediatamente.

“José Medeiros assumiu o senado em 2015 na cadeira de Pedro Taques (PSDB), que venceu a eleição para o governo de Mato Grosso. A chapa ao senado, formada em 2010, era composta por Taques, Medeiros e Fiúza. Provocado por Paulo Fiúza, o pleno do TRE entendeu que Medeiros fraudou a ata de formação da chapa para se colocar como primeiro suplente. Como prova os juízes aceitaram um vídeo no qual Taques pede voto para Fiúza dizendo que este era seu primeiro suplente.”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 40 comentários