TRE mantém cassação de vereador no caso da ‘vovó laranja’

O TRE de SP negou recurso da defesa de Camilo Cristófaro, do PSB-SP, e manteve a cassação de seu mandato de vereador na capital paulista.

Em junho deste ano, Cristófaro teve o mandato cassado após ser denunciado por fraude eleitoral na captação de recursos de campanha. Seu recurso ao TRE foi negado por unanimidade –seis votos a zero.

Segundo a Justiça Eleitoral, o pessebista recebeu doação ilícita de R$ 6.000 de uma viúva de 84 anos, moradora de Jundiaí, desempregada e cadastrada em programa de moradia social –ou seja, sem recursos para fazer o pagamento.

Há a suspeita de que a “vovó laranja” tenha lavado quase R$ 400 mil para vários candidatos.

O "velho Brasil" contra-ataca a Lava Jato e Sergio Moro. Prepare-se para combater esse “velho Brasil”. AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler comentários
  1. Maria disse:

    Quantos desses laranjas já não devem ter alimentado as campanhas passadas do PeTê? Mas s tribunais eleitorais só se ocupam com peixes pequenos!

  2. Odair disse:

    Os outros beneficiados por isonomia também tem que ser cassados.