TRE sobre Pezão: abuso de poder econômico e político

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, que cassou os mandatos de Pezão e Dornelles, soltou nota detalhando a decisão, que ainda pode ser reformada pelo TSE.

Segundo o TRE, os mandatos foram cassados por abuso de poder econômico e político, o que torna ambos inelegíveis por oito anos.

Diz também a nota:

A Corte determinou ainda que sejam realizadas eleições diretas para a escolha dos representantes do Poder Executivo estadual.

Por maioria dos votos, o abuso de poder econômico e político ficou configurado uma vez que o Governo do Estado do Rio de Janeiro concedeu benefícios financeiros a empresas como contrapartida a posteriores doações para a campanha do então candidato Pezão e de seu vice.

‘Restou comprovado que contratos administrativos milionários foram celebrados em troca de doação de campanha’, afirmou um dos membros da Corte, desembargador eleitoral Marco Couto, em seu voto.

Leia mais aqui e aqui.

200