Três em cada 4 juízes usam redes sociais

Uma pesquisa da Associação dos Magistrados Brasileiros concluída no fim do ano passado mostrou que 76,5% dos juízes de primeira instância e segunda instância usam redes sociais…

Neste mês, Dias Toffoli criou um grupo de trabalho no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para regular esse uso, para “preservação da imagem institucional do Poder Judiciário”.

A pesquisa da AMB mostra também que o uso mais frequente é para “para se informar sobre assuntos diversos” e “fazer contatos em geral”.

Dos 2.243 que responderam à pesquisa, 42% dizem fazer parte de grupos família e amigos e 25% de grupos de colegas do próprio Judiciário – são as comunidades virtuais mais frequentes de que participam.

Comentários

  • marcelo -

    censura. um advogadoi nomeado crando um orgão poara sensurar quem de fato é juiz. PAÍS Asssombroso ESSE

  • Beth -

    mais censura?

  • egidio -

    É preciso fazer uma pesquisa pra saber quem compra mais dólar e euro pra viajar para o exterior. Vão descobrir que muitos servidores têm vida de rico bancada com dinheiro público.

Ler 12 comentários