Três pacientes morrem em incêndio em hospital no RJ

Os pacientes da Coordenação de Emergência Regional da Barra da Tijuca — que foi destruída por um incêndio — foram transferidos para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, num terreno ao lado do local atingido.

Segundo o prefeito Marcelo Crivella, três pacientes morreram na transferência.

Por volta das 17h, os bombeiros conseguiram controlar o fogo. Ainda não se sabem as causas do incêndio.

A grande imprensa está, é claro, atrasada no episódio do convite de Bolsonaro a Sergio Moro... LEIA AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Gabriel disse:

    Queima de arquivo. Certeza. Precisa nem perguntar.

Ler comentários
  1. JohnGalt disse:

    Assim como o Museu Nacional do Rio, esta é a triste herança da esquerdalha e da velha política, que logo ficará para o lixo da história.Cadê os bilhões roubados... Onde está esse dinheiro PT e

  2. Wanderley disse:

    crivella recebeu uma herança maldita e não tem competencia prá desarmar as bombas que paespalho deixou. não sei porque não bota a boca no trombone e mostra tudo que paespalho fez e o que não fez

  3. Tiago disse:

    O rio é de janeiro mas a tragédia é o ano inteiro.

  4. Wanderley disse:

    além de sucateado, agora incendiado, e o safado do paespalho ainda queria ser governador com a ladainha que é otimo administrador. desgraçado acabou com os hospitais com historinha de clinica da fa

  5. Pablo disse:

    Impressionante como o Brasil gosta de pegar fogo

  6. Paulo disse:

    qual superministro da saúde vai parar de jogar remmédio caro fora por estar vencido. não deixar servidor levar para casa e medico pra consultorio particular.

  7. Jorge disse:

    A corrupção é alimentada pela mentira. Rio de Janeiro ganha notícia por mais uma vítima da corrupção: um hospital. E, ainda, tem milhões de safados petistas, querendo oficializar a corrupção

  8. Rogerio disse:

    Hell de Janeiro "cidade maravilhosa" só vista de cima..., a realidade é muito diferente da fantasia vendida pelo "Projac".