ACESSE

Três perguntas e uma só resposta

Telegram

Como interpretar o silêncio institucional do STF (leia-se a presidência) diante do ataque ao tribunal feito por Abraham Weintraub na famosa reunião ministerial do dia 22?

Como interpretar o discurso “pacificador” de Rodrigo Maia, hoje, que mais pareceu o de um político acuado?

Como interpretar o fato de a Operação Placebo já ser previamente do conhecimento do Planalto?

Talvez a resposta à última pergunta sirva também às duas primeiras.

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Comentários

  • MAURICIO -

    Jogo podre do poder e como sempre com aval do congresso.

  • Remi -

    Quando gente como Rodrigo Maia, Alcolumbre e o pessoal do STF quietos, fica esperto porque estão preparando faca nas costas, estão dando corda na tentativa do Presidente se enforcar.

  • Nina -

    O governo não dá sossego. É tanto crime explicitado por Bolsonaro e outros tantos cometidos nos bastidores, de domingo a domingo, que não dá folga.

Ler 112 comentários