TRF-2 vai julgar Bretas por participar de atos com Bolsonaro

TRF-2 vai julgar Bretas por participar de atos com Bolsonaro

O TRF da 2ª Região vai julgar na próxima quinta, 17 de setembro, um processo disciplinar contra o juiz Marcelo Bretas. Ele é acusado de falta funcional por participar de atos públicos com o presidente Jair Bolsonaro.

O processo foi aberto em maio por ordem do ministro Humberto Martins, na época corregedor nacional de Justiça e hoje presidente do STJ. A acusação foi feita pela OAB, que diz que Bretas participou de atividade político-partidária, o que é proibido a juízes.

Bretas é o juiz responsável pela Operação E$quema S, que tem como principais acusados o advogado Eduardo Martins, filho do ministro Humberto, e a advogada Ana Maria Basílio, mulher do desembargador André Fontes.

Esta semana, Bretas autorizou busca e apreensão em endereços dos dois advogados.

Leia mais: Exclusivo: a máquina de lobby da Odebrecht teria sido usada, com a anuência de Toffoli, para ajudar na aprovação do nome dele para o Supremo
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 30 comentários
TOPO