TRF-4 decide que André Vargas só precisa pagar multa da Lava Jato depois de trânsito em julgado

TRF-4 decide que André Vargas só precisa pagar multa da Lava Jato depois de trânsito em julgado
Laycer Tomaz / Câmara dos Deputados

O TRF da 4ª Região decidiu ontem que o ex-deputado André Vargas (PT-PR) só precisará pagar a multa de R$ 1,1 milhão depois do trânsito em julgado de sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro.

Ou seja, ele só precisará pagar a multa depois que não couberem mais recursos contra a sentença do juiz Sergio Moro, mesmo que esteja em prisão cautelar.

“Diferentemente do que ocorre com a pena corporal, que segue sendo executada diante da manutenção da prisão cautelar do agravante, mesmo caminho não se segue em relação à execução das penas acessórias”, escreveu o desembargador João Pedro Gebran Neto, relator do recurso, no voto.

Nesse caso, André Vargas foi condenado a 14 anos e 4 meses de prisão. A defesa dele também pedia que a multa fosse suspensa, mas o TRF não concordou.

Leia mais: Moro exclusivo: 'Um teste moral para o país'
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 20 comentários
TOPO