Triangulação na Argentina?

A Pampa Energía, do empresário kirchnerista Marcelo Midlin, revendeu à holandesa Trafigura a rede de postos de combustível adquirida da Petrobras, no ano passado, numa das polêmicas operações da gestão de Aldemir Bendine.

Custou a bagatela de US$ 90 milhões.

 

A Lava Jato prendeu, em outubro de 2016, o empresário Mariano Marcondes Ferraz, representante da Trafigura no Brasil.

O Antagonista tem alertado sobre o caso:

LAVA JATO VAI CHEGAR NA PETROBRAS ARGENTINA

Ainda a venda da Petrobras na Argentina

Comentários

  • Gabriel -

    Para quem não sabe, TODA a diretoria ATUAL da Petrobrás foi escolhida pela Graça Foster a aprovada pela Dilma. Estão todos lá, que fizeram os negócios, até hoje, desde o tempo do Aldemir Bendine. Hoje, a única exceção é o presidente Pedro Tucano Parente, que fez um acordo com os petistas para ninguém tocar em nada e não levantar nenhuma poeira.

  • DINHEIRO -

    A Petrobras vendeu por apenas 90 milhões. Um ano depois a Pampa vende por 900 milhões

  • Tarzan53 -

    Ao contrário do que o Antagonista escreve, o sobrenome do dito cujo é MiNdlin e o valor da safadeza envolvendo a Petrobras foi de U$ 900 milhões de dólares.

Ler 11 comentários