Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Troca de mensagens aponta repasses a secretário de Onyx

O Globo teve acesso à investigação aberta pela PGR sobre o pagamento de propina do Hypermarcas ao ex-senador Paulo Bauer, atual secretário especial da Casa Civil.

Depois de quebrar os sigilos telefônicos dos envolvidos, a PGR teve acesso a trocas de mensagens entre o então assessor de Paulo Bauer, Marcos Moser, e Nelson Mello, ex-diretor de Relações Institucionais da Hypermarcas.

Em uma das conversas, Moser pede R$ 1,5 milhão para um contrato fictício com um escritório de advocacia.

“Nesse mesmo dia, em 01/10/2014, Marcos Moser questionou a Nelson Mello se pode alterar o contrato para 1,5 mi, no que é dado o ‘Ok’ pelo colaborador”, relatou a PGR.

“As mensagens eletrônicas demonstram que, quando celebrados para favorecer Paulo Bauer, os contratos fictícios firmados para ocultar transferência de vantagens indevidas ao parlamentar investigado tiveram por supostas contratantes a Ycatu Engenharia e Saneamento Ltda., o Instituto Paraná de Pesquisas e Análise de Consumidor Ltda e a Prade & Prade – Advogados Associados”, afirmou a PGR.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO