TSE aprova com ressalvas contas do PSL

Telegram

O TSE aprovou com ressalvas as contas do diretório nacional do PSL na campanha eleitoral.

O partido declarou receitas de R$ 10,8 milhões: sendo R$ 9,2 milhões do Fundo Eleitoral e R$ 1,1 milhão do Fundo Partidário.

No julgamento, o relator, Admar Gonzaga, verificou que, dentre as doações de pessoas físicas, R$ 100 não tiveram origem identificada e R$ 650 vieram de fontes vedadas — permissionários do poder público, como taxistas, por exemplo.

O partido vai ter que devolver os R$ 750.

A Corte passa agora a analisar as receitas e despesas específicas da campanha de Jair Bolsonaro.

Comentários

  • Juliana -

    Já as do PT quanta eficiência. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  • Jackson -

    Por isso que no país, depende de quem é. Ou quanto é o valor envolvido. Parece que se for petista, se fecha um olho, e se o valor passar longe da casa dos milhões de gastos, se fecha o segundo olh

  • Barbosa -

    Como as contas da chapa Dilma Temer foi aprovada?

Ler 50 comentários