Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

TSE cassa diploma de Boca Aberta e manda suplente assumir

Deputado do PROS-PR tem condenação criminal na 2ª instância e cassação pela Câmara Municipal de Londrina; ele disputou eleição de 2018 com liminar
TSE cassa diploma de Boca Aberta e manda suplente assumir
Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

O TSE cassou o diploma do deputado federal Emerson Petriv, conhecido como Boca Aberta, eleito pelo PROS no Paraná em 2018. Na prática, a decisão desta quarta-feira (25) à noite impede que o parlamentar cumpra o período restante do seu mandato, cerca de um ano e cinco meses.

Pela decisão da corte eleitoral, o primeiro suplente da coligação será chamado a assumir o mandato, mas os votos de Boca Aberta serão mantidos com a legenda.

Além de uma condenação criminal por denunciação caluniosa, confirmada pelo TJ-PR, o hoje deputado teve seu mandato de vereador cassado pela Câmara Municipal de Londrina em 2017.

Ele só pôde concorrer à Câmara Federal no ano seguinte graças a uma liminar que permitiu o registro da sua candidatura —derrubada depois das eleições.

Como mostramos na terça (24), Boca Aberta também responde a processo no Conselho de Ética da Câmara por ter invadido uma unidade de saúde, filmado o médico plantonista e divulgado o vídeo em redes sociais. O relator do caso, Alexandre Leite, recomendou sua cassação.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO