TSE diz que Record não favoreceu Bolsonaro na eleição

O Tribunal Superior Eleitoral rejeitou uma ação de Fernando Haddad contra Jair Bolsonaro por suposto favorecimento por parte da TV Record na disputa eleitoral.

Por unanimidade, os ministros consideraram que as entrevistas e reportagens eram focadas na recuperação do então candidato após a facada em Juiz de Fora, sem pedido de voto ou discussão de programa político.

Comentários

  • Mezenga -

    Não precisava pedir voto, era só mostrar o cara todo ferrado pro povo sentir pena e votar nele. Brasileiro não vota com a cabeça, não somos um povo racional.

  • Edelson -

    O certo é que a TV do charlatão, agora atua como canal do governo.

  • Indignado -

    Assiste TV aberta aquela parcela da população que não tem garganta para berrar nem tempo livre para protestar, mas que ainda assim tem muitos votos para dar.

Ler 20 comentários