TSE manda retirar de circulação vídeo atribuído a Bolsonaro

O ministro Carlos Horbach, do TSE, mandou retirar de circulação vídeos atribuídos à campanha de Jair Bolsonaro que atacam membros do STF, publica o Estadão.

No vídeo, aparecem imagens de Ricardo Lewandowski, Celso de Mello, Dias Toffoli, Marco Aurélio Mello, Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes.

Segundo a defesa de Bolsonaro, a peça “prejudica a imagem” do presidenciável, porque o coloca em “linha de colisão com a atuação do Poder Judiciário brasileiro”.

Comentários

  • samir -

    Este stf não tem credibilidade nem legitimidade!!!..parece que nasceu para atender e proteger os governantes corruptos e lesa pátria!!!...não pode continuar assim!!!...não somos trouxas!!!.

  • Rosa -

    Existe inúmeros pedidos de impeachment desses santos ministros e agora eles não podem sequer aparecer num vídeo! Primeiro eles teriam que fazer para merecerem nosso respeito.

  • RENATO -

    PT quer a CENSURA do Whatsapp mas propagar FAKE NEWS e OMITIR se real plano de governo DITADOR ae tudo bem, sao os mentirosos e manipuladores de sempre, raça nojenta

Ler 47 comentários