ACESSE

TSE manda Twitter repassar dados de quem festejou atentado a Bolsonaro

Telegram

Carlos Horbach, ministro substituto do TSE, ordenou que o Twitter informe, em 24 horas, detalhes de 16 perfis que incentivaram ou comemoraram o atentado a Jair Bolsonaro em Juiz de Fora, no dia 6 de setembro, relata O Globo.

Horbach também estipulou ainda multa diária de R$ 50 mil em caso de descumprimento, mas por ora não determinou a remoção das postagens.

A medida foi pedida pelos advogados do presidenciável do PSL. Segundo o Ministério Público Eleitoral, que se manifestou a favor da decisão do ministro, a medida permitirá “a identificação dos responsáveis pelas publicações questionadas (…), permitindo-se ao primeiro representante o exercício de eventual pretensão indenizatória”.

O jornal carioca não identificou os perfis atingidos pela ordem do TSE.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 119 comentários