ACESSE

TSE não tem registro do "mensalinho do Twitter" pago pelo PT

Telegram

A presidente do TSE, ministra Rosa Weber, informou à CPI mista das Fake News não “haver registro” na corte sobre o chamado “mensalinho do Twitter”, diz a Crusoé.

O termo é usado para se referir a suposto esquema em que o PT teria pago influenciadores digitais para propagarem postagens positivas a candidatos do partido nas eleições de 2018.

Leia a nota completa aqui.

Basta de atritos com Bolsonaro. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 22 comentários