TSE paralisado

Os processos contra Dilma Rousseff no TSE devem se arrastar até o segundo semestre, informa a Folha de S. Paulo.

O PT vai se defender dizendo que, no fim de 2014, o tribunal já aprovou suas contas eleitorais. E que os depoimentos do delatores da Lava Jato, como Ricardo Pessoa, tratam de matéria criminal, e não eleitoral.

E se um candidato emprega métodos criminosos para se eleger?

Enquanto isso, o TSE permanece paralisado.

Ninguém investigou a VTPB. Ninguém investigou a Focal, embora a Lava Jato tenha descoberto que seu proprietário participou do esquema criminoso armado por Chambinho no ministério do Planejamento.

A PF, até agora, não se mexeu para investigar esses casos. Um vexame.