ACESSE

TSE retoma hoje julgamento sobre abuso religioso

Telegram

O Tribunal Superior Eleitoral retoma hoje o julgamento que pode abrir precedente para cassar mandatos por abuso religioso em campanhas.

Em junho, Edson Fachin admitiu a possibilidade de incluir esse tipo de comportamento em ações de cassação por abuso econômico e político, considerando que igrejas não podem financiar candidatos. Alexandre de Moraes votou contra.

O julgamento de hoje será retomado com de Tarcísio Vieira. O TSE tem 7 ministros. Nas últimas semanas, lideranças evangélicas vêm pressionando o tribunal para rejeitar a tese.

O caso analisado é o da vereadora de Luziânia (GO) Valdirene Tavares (Republicanos), que pediu votos numa igreja da Assembleia de Deus em que é pastora.

Leia mais: Exclusivo: O 'blog' do Aras

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 4 comentários