TSE retoma julgamento sobre punição a partidos com candidatas laranjas

O Tribunal Superior Eleitoral discute hoje se é possível cassar o mandato de toda a bancada de um partido que tenha usado candidatas fictícias para preencher a cota de 30% na eleição.

Em março, o ministro Jorge Mussi votou pela perda de mandato de seis vereadores eleitos em 2016 em Valença do Piauí, onde mulheres inscritas como candidatas não receberam qualquer apoio do partido, com recursos reservados a elas aplicados na campanha de outros políticos.

Uma das candidatas-laranja sequer apareceu para votar; uma outra foi à urna, mas não recebeu nenhum voto.

O Antagonista+: você com acesso à plataforma mais amigável do jornalismo brasileiro — E SEM ANÚNCIOS (SEM BANNERS). Mais aqui

O julgamento será retomado hoje com o voto de Edson Fachin.

 

Comentários

  • Maikyavel -

    Acabem com o TSE!!! Não serve para nada. Só para desperdiçar dinheiro público sem decidir nada. Deixem tudo com a justiça comum

  • Mauricio -

    Aí vem o Centrão com mais um projeto de perdão aos Partidos Políticos....

  • Massaaki -

    Seria muito constitucional, legal, legítimo, ético, moral e justo a perda dos mandatos todos e punição efetiva a essas pessoas envolvidas e aos partidos também. Cadê cassação de registros de p

Ler 7 comentários