Tucano propõe reajuste a Doria e secretários

João Doria e seus secretários podem assumir o mandato no ano que vem já com reajuste salarial, publica o Estadão.

O tucano Cauê Macris, presidente da Alesp, apresentou projeto para reajustar em 2,95% os vencimentos do governador, do vice e dos secretários.

O percentual é o IPCA de 2017.

Por meio da assessoria, João Doria diz que “acha inoportuno qualquer aumento salarial que resulte em novas despesas”.

Os novos 'donos do poder': você precisa saber o que eles querem e o que estão dispostos a fazer. LEIA AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Adriano disse:

    Jogo de cena. Você propõe e eu recuso.

Ler comentários
  1. Mario disse:

    Mais um motivo para excretar esse traste da presidência da ALESP, bora Janaína !

  2. Andre disse:

    Há pouco fiz um comentário que deixou de ser publicado por conter palavras sensíveis. Quais foram elas?

  3. Mario disse:

    Sempre a mesma conversa mole de tucanos, e os servidores ficam chupando o caroço

  4. milton disse:

    Esse infeliz, eleito pelo próprio pai, não entendeu o recado das últimas eleições. Se eacha que deva ter um salário melhor, deve tentar a vida na iniciativa privada, mas não tem competência pa

  5. Fora_Comunas disse:

    --- Proponho trocar por CESTAS BÁSICAS. Pais pobre e em crise NUNCA vista, autoridades vivem como nababos. Saiam da bolha de BAJULAÇÃO, parem de se auto bajularem, deixem a VIGARICE

  6. LUIZ disse:

    essa gentinha o psdb acha que está com tudo por termos escorraçado o pt do governo! tratam logo de aumentar seus proventos e trablhar pelo estado que é bom, nem pensar! trabalha cauê....

  7. Curupira disse:

    Claro, pt, psdb, pcc, cv, etc. todos irmanados contra o cidadão do Brasil. Única sigla de algum prestígio ainda é wc, e mesmo assim, quando tem água para dar descarga.

  8. Má. disse:

    Claro, afinal estamos dentro de um circo, com palhaços e pagadores