"Tudo o que eu falei deu certo", diz Bolsonaro, após 174 000 mortes

“Tudo o que eu falei deu certo”, diz Bolsonaro, após 174 000 mortes
Reprodução/Foco do Brasil

O presidente Bolsonaro disse o seguinte na noite desta quarta (2), ao chegar ao Palácio da Alvorada: “Eu não chutei nada na questão do vírus, tudo o que eu falei deu certo. Tudo”.

Acrescentou então o seguinte raciocínio:

“Por exemplo, na África, países da África. Muito comum malária. O cara chegava com malária e com Covid. Tomava hidroxicloroquina e se curava. Precisa ter muita inteligência para entender que a hidroxicloroquina, né, servia para duas causas? Daí alguns falavam que não tinha comprovação científica. Não tem para Covid. Mas não tem contraindicação para malária, para lúpus, entre outras questões”.

Em março, Bolsonaro previu que a pandemia do novo coronavírus não deveria matar mais do que o H1N1.

O H1N1 matou 796 pessoas no Brasil em 2019.

A Covid-19 já matou mais de 174 000 pessoas no Brasil.

Mais lidas
  1. Mensagens de WhatsApp revelam que militares bolsonaristas perderam a chance de comprar vacinas

  2. Vacinação em massa: capitalistas brasileiros, uni-vos para salvar o país

  3. Huck 2026?

  4. "Não faltam pacientes nas UTIs que tomaram cloroquina"

  5. Arthur Lira e as PECs da prisão na 2ª instância e do fim do foro

Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 278 comentários
TOPO