Tudo obstruído na Câmara

Como noticiamos mais cedo, as votações na Câmara estão sendo obstruídas por PT, PDT, PSB, PCdoB, Psol e Rede, até que seja pautada a Medida Provisória que aumenta o valor das últimas parcelas do auxílio emergencial de R$ 300 para R$ 600.

A estratégia do Planalto, como também já mostramos, é deixar caducar a MP, uma vez que a medida só perderá a validade em 2021 e, portanto, todas as parcelas já terão sido pagas.

Já Avante, PL, PP e PSD estão em obstrução em razão da guerra no Centrão pelo comando da Comissão Mista de Orçamento (CMO), até hoje não instalada.

Tudo parado, enquanto você trabalha.

Leia mais: Combo Crusoé e O Antagonista+: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO