Twitter exclui post de Noblat sobre proposta de suicídio a Bolsonaro

O Twitter apagou neste domingo a postagem feita pelo jornalista Ricardo Noblat que cita a possibilidade de suicídio do presidente Jair Bolsonaro.

A empresa considerou que a publicação violava as regras de uso da rede social.

Em seu post, Noblat reproduziu o seguinte trecho da coluna “Saída para Trump: matar-se”, de Ruy Castro:

Se Trump optar pelo suicídio, Bolsonaro deveria imitá-lo. Mas para que esperar pela derrota na eleição? Por que não fazer isso hoje, já, agora, neste momento.”

Em razão das publicações, como mostramos, o ministro da Justiça, André Mendonça, afirmou que vai solicitar à Polícia Federal a abertura de um inquérito para investigar os jornalistas.

Twitter apaga post de usuário que incentivava Suicídio de Bolsonaro

Leia mais: Nenhum assunto é tabu para a Crusoé: além de fiscalizar TODOS os poderes, a revista tenta responder a questões que permeiam a sociedade brasileira
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO