ACESSE

Twitter se nega a fornecer dados de perfis do Pavão Misterioso a procuradores

Telegram

O Twitter negou a procuradores da República acesso ao cadastro do responsável pelo perfil Pavão Misterioso, que voltoua  tuitar dias atrás com acusações caluniosas contra o ministro Alexandre de Moraes.

A companhia alegou que, “diante da inexistência de obrigação legal”, não guarda essas informações.

Os procuradores solicitaram apenas informações de cadastro, como nome, e-mail e telefone.

A apuração foi aberta depois que as contas @pavaomisterio38 e @misterios_pavao publicaram que Moraes havia contratado atiradores para abater manifestantes que estavam em frente ao STF.

Leia também: Bolsonaro mandou investigar Witzel?

Comentários

  • Maria -

    Acho que o tal pavão é o Carluxo ou coleguinha dele

  • Marcello -

    Eu devo ser robô

  • Chris -

    A conta @pavaomisterioso38 já dá uma ideia de onde vem e o teor da fake news em questão mais ainda.

Ler 30 comentários