A última e desesperada artimanha de Lula

A última e desesperada artimanha da defesa de Lula é argumentar que seus crimes caducaram.

Como mostrou Merval Pereira, porém, Sergio Moro já desmontou esse golpe:

“A última tentativa da defesa de Lula é pedir, alternativamente à absolvição, a prescrição dos crimes, que teriam acontecido em 2009.

No entanto, na sentença condenatória, o Juiz Sergio Moro argumentou expressamente, nos itens 877 e 888, que parte dos benefícios materiais foi disponibilizada em 2009, quando a OAS assumiu o empreendimento imobiliário, e parte em 2014, quando das reformas e igualmente, quando em meados daquele ano, foi ultimada a definição de que o preço do imóvel e os custos das reformas seriam abatidos da conta corrente geral da propina, segundo José Adelmário Pinheiro Filho.

Foi, portanto – escreveu Moro -, um crime de corrupção complexo e que envolveu a prática de diversos atos em momentos temporais distintos de outubro de 2009 a junho de 2014, aproximadamente. Nessa linha, o crime só teria se consumado em meados de 2014, e não há começo de prazo de prescrição antes da consumação do crime.”

Comentários

  • Cleide -

    LULLADRÃO NA CADEIA

  • manoel -

    Não faz mal, o STF dará um jeitinhi de presvrever tudo, pedirão vistas cada um deles a perder de vistas os processos, ai talvez ele será considerado culpado e 2080.

  • Andreas -

    OS TRÊS PATETAS CONTRA O LULA 2018...

Ler 133 comentários