Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Um candidato inviável de esquerda

“Ou o governo funciona ou paga o Renda Brasil”, diz Carlos Alberto Sardenberg.

“Com os seguidos percalços da política econômica, o governo perde o apoio de parte da elite e da classe média que estava farta do intervencionismo e da roubalheira do PT. E não tem o dinheiro para fazer o populismo do Renda Brasil.

Daí a anistia às igrejas e aos templos. Só o perdão da cobrança da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido daria para pagar mais 142 mil horas de voo para combater o fogo no Pantanal.

Mas o presidente precisa agora garantir suas bases mais fiéis e, digamos, mais sinceras, para obter ao menos os 30% que o levem a um segundo turno em 2022, com sorte contra um candidato inviável de esquerda.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO