Um certo exagero interpretativo

Fontes da Polícia Federal ouvidas por O Antagonista avaliam que pode ter havido “um certo exagero interpretativo” do ministro Torquato Jardim sobre os relatórios de inteligência que tratam do envolvimento de agentes públicos com o crime organizado no Rio de Janeiro.

Os moradores do Rio acham que não.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 44 comentários
  1. Vocês foram um pouco mais fundo como exige a importância do assunto, em vez de fazerem uma “simples pesquisa no Google”, coisa de moleque ao fazer trabalho na escola. Isso sim é trabalho jornalístico sério, responsável, buscando fonte de informação que entenda alguma coisa do que está sendo tratado e possa emitir algum juízo de valor.
    Coincidentemente, na postagem anterior de O Antagonistas sob o título “Existe um serviço de inteligência sobre tudo que eu falo” – 01.11.17 06:25, fiz um comentário criticando o ministro e alertando exatamente quanto a isso! Dados provenientes da Inteligência existem para ser analisados e interpretados por gente qualificada, experiente ou, no mínimo, com neurônios para compreender a realidade e o próprio sistema de informações; não é para sair disparando para todos os lados e empregando todos os meios a cada vez que há uma denúncia hipotética. Esse “exagero interpretativo” se traduz em um eufemismo de despreparo para o exercício do cargo.
    As declarações posteriores do ministro demonstram, não como deveriam ser (uma retratação cabal), que as balas que possui são de festim. O temor é que se torne um caçador doravante a fim de justificar o escorregão.

  2. Psicopatas caem pela própria boca. Ele apenas admitiu que só a intervenção militar pode salvar o país do projeto narco comunista do quadrilhão político brasileiro.
    Bolsonaro 2018

  3. O BRASIL acha que não.
    Mas de repente, o Ministro vai recuar porque de repente, para limpar a sujeira, pode chegar em gente que não era pra chegar, haja vista que o RJ é governado pelo PMDB de Temer.

  4. kkkkkkkkkkk ele só falou o que todos sabem. Mas os bandidos graúdos que chancelan o crime organizado estão protegidos nas cortes superiores, STF STJ. INtervenção Militar Já!!!

  5. Um estado pequenininho eivado de favelas. São, segundo algumas fontes, mais de 600. Milh~eos de seres humanos, em sua maioria migrantes do norte e nordeste, além dos cariocas pobres, aboletados na altura dos morros ou próximos á rios, lagoas, baías sem saneamento básico, sem lei,, sem serviços, sem gerenciamento social tendo 4 filhos ou mais sem poderem sequer se manterem, nem estudando nem trabalhando, e que quando chove o esgoto desce o morro e vai para o mar ou lagoas pútridas e rios fétidos, valões,e o Estado Brasileiro nada faz para capacitar estes cidadãos, não havendo um controle migratório para a cidade, fugidos que são dos coronéis do nordeste e suas mazelas, coisa fomentada por Brizola , que começou a construir o calabouço em que a cidade iria ser enforcada. Há vídeos do Rio na década de 60, e que diferença. Cidade nenhuma aguenta. Hoje estimo que metade da população carioca seja de não nascidos aqui. Os governos nunca administraram a cidade para a cidade com zelo, só com maquiagem para auto-propaganda política.
    Gestão eficiente não sabemos o que seja. Vide o último governador que além de deixar a cidade na merde só fez merde.

    1. Compreendo você, meu amigo. Isso aqui virou a terra do Mad Max. Como a colega falou, mais abaixo, os três poderes do R( estão podres. A percepção é que não se pode confiar em nenhum agente do estado, aqui! Espero que seja apenas percepção minha…

  6. Exagero?! Como é que os traficantes pé de chinelo das favelas têm acesso ao armamento de guerra que é do conhecimento de todos? Quem os armou? Quem desembaraça a entrada de armas no território nacional? É muita ingenuidade acreditar que não tem ninguém do poder público atuando. Na verdade, muitas das pessoas que atuam em nome do Estado, como agentes que atuam na segurança pública e políticos, são protagonistas no tráfico de drogas e de armas e os bandidos das favelas são meros coadjuvantes.

  7. Exagero uma ova, a situação da linda cidade do Rio de Janeiro é o caos total. Deixaram a cidade com a natureza mais pródiga do mundo virar um lugar sujo, fedorento, perigoso. Favela para todos os lados, péssima distribuição de renda numa cidade muito cara. Se não acabar com os traficantes, não tem solução.

  8. O que não se comenta é que está havendo uma GUERRA entre traficantes por pontos e bases, tendo como auxiliares e olheiros alguns policiais cooptados, que os grandes traficantes estão com suas bases nos morros cariocas e não se trata de bandido chinfrin e sim de uma máfia do tráfico que deve ser desbaratada e para ajudarem , os politicos que cheiram muito, os artistas que cheiram muito, os esquerdinhas caviar que cheiram muito, poderiam ir se tratarem do vício e pararem de financiar esta selvageria e barbárie. Trata-se de coisa grande e que só uma ferrenha batalha contra contando com orgãos de segurança Federal, estadual e municipal, TEM O DEVER DE EXECUTAR. MUTIRÂO ANTI TRAFICO. COM PF, RF, FFAA e demais instituições bem pagas. mostrando serviço.

  9. Desde a invasão da Favela do Cruzeiro q se sabe foi causada pq o tráfico não quiz dobrar p vc 4 milhões a propina p o comando da PM da área, q no RJ tds sabem como funcionam o trafico + PM.
    Agora medmo na Rocinha o
    $$$ esta rolando p td lado da PM.
    O Pezao era chefe de milícia e hoje mantém 2300 PM fora da segurança nas ruas p atender segurança dele e de políticos no RJ.
    Policia pacificadora é celula de conlui c trafico instaladas nas favelas para controlar a propina do comando. Nao ptende ninguém e nao impede o tráfico – srtve p quê?

  10. O que o ministro falou, todo carioca já está careca de saber. Que a policia (em grande parte) não só é sócia dos criminosos, como ainda fomenta a violência. Vejam bem, temos as milícias, jogo do bicho, prostituição, tráfico e milícias. Em todos esses casos, há participação direta ou indireta de agentes de segurança pública do RJ, como os noticiários já nos mostraram à exaustão. De todo modo, fico feliz em ver o quadrilhão de Brasília, brigando com o quadrilhão do RJ. Em terra sem Batman, a gente fica feliz é quando pinguim briga com o coringa.

    1. Boa, colega! concordo com tudo, o tal ministro só esqueceu de falar das quadrilhas do Executivo, Legislativo e Judiciário. Ai sim a forma transparente que ele queria mostrar seria mais abrangente.

  11. Não simpatizo nem um pouco com o ministro, que faz parte de um governo também cheio de bandidos do colarinho branco. Mas em situações como as que apontou, não dá para exigir dele que apresente atas de reunião ou contratos assinados por autoridades e traficantes, como se isso fosse possível.

  12. Mais uma vez uma tentativa psolista de denegrir os bravos seres humanos que escolhem como meio de vida, trabalharem á custa de risco de suas prórpias vidas para protegerem a sociedade de malfeitores e párias sociais sendo eles da polícia. Quantos assassinatos de policiais temos? A bandidagem traficante implantada e fomentada por esquerdistas nos morros do Rio, Não à toa querem liberar as drogas e após iriam querer legalizar o tráfico, para embotar logo, zumbificando as mentes jovens a bel prazer, para dominarem mais facilmente toda uma sociedade. Evidentemente que há maçãs podres nas caixas, mas isso a RF e a PF, bem como as instituições FUNCIOnando, poderão fiscalizar não é? Ou não?

  13. O ministro da justiça, ciente de fatos gravíssimos como os que relatou, tem a obrigação de INTERVIR na insegurança do RJ.
    Não o fazendo, deve ser afastado/processado por desídia e prevaricação !!..

  14. O ministro disse que 100% da polícia está envolvida. Não é verdade. É 110% .
    Quem mora no Rio sabe que a polícia emprega bandidos para praticar crimes. Os marginais acham que estão trabalhando para si, mas não sabem que sua prosperidade está sendo monitorada pela polícia. Quando menos esperam, a polícia dá o bote.

  15. O ministro disse que 100% da polícia está envolvida. Não é verdade. É 110% .
    Quem mora no Rio sabe que a polícia emprega bandidos para praticar crimes. Os marginais acham que estão trabalhando para si, mas não sabem que sua prosperidade está sendo monitorada pela polícia. Quando menos ésperam, a polícia dá vontade o bote.

  16. Então, mas não fica fácil à Receita Federal, Já ter, já ter, já ter verificado o enriquecimento ilícito dos possíveis envolvidos bem como dos políticos que desviaram tanto? Alguém ai não está fazendo o dever de casa.

  17. Os que mais estão berrando com essa constatação do Ministro são os que mais estão envolvidos com o crime organizado, têm o seu curral eleitoral no local onde o tráfico de drogas manda! Podem apostar!
    Ninguém sobe morro pra fazer política no Rio de Janeiro se não tiver um “esquema” qualquer com o “dono” do morro! Qualquer criança sabe disso!

  18. Uma pesquisa interessante e talvez esclarecedora talvez pudesse indicar se os veículos particulares utilizados pelos oficiais mais graduados da PM do RJ e por seus familiares são compatíveis com os respectivos contracheques.