Um Congresso de barnabés

A Folha fez um levantamento da estrutura de comunicação da Câmara e do Senado. São 1.212 funcionários, entre jornalistas, produtores, editores, cinegrafistas, fotógrafos, auxiliares, técnicos de TV e rádio etc.

O custo supera os R$ 103 milhões, “excluídos os gastos com a folha de concursados e comissionados”, cujos salários variam de R$ 14,3 mil a R$ 27,4 mil, que consomem pelo menos o dobro disso.