Um conselho a Michel Temer

A defesa de Michel Temer no TSE resolveu atacar o PSDB, autor da ação de cassação da chapa encabeçada por Dilma Rousseff.

“Doação recebida e declarada de pessoa jurídica com capacidade contributiva, independente do que diga um delator, não é caixa dois. Até porque, como visto, o partido-autor [PSDB] foi agraciado com vultosas quantias das mesmas empresas, logo, não há mau uso da autoridade governamental pelos representados [Dilma e Temer]”, diz a defesa, em texto reproduzido pela Folha de S. Paulo.

O Antagonista aconselha Michel Temer a ter mais prudência. Um dos crimes da campanha petista foi ter lavado dinheiro do petrolão no caixa um.

Se se misturar muito com Dilma Rousseff, o peemedebista não poderá pedir ao TSE que julgue as suas contas separadamente.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200