“Um dos pilares do Estado Democrático de Direito”

Roberto Carvalho Veloso, presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), manifestou hoje “apoio irrestrito” ao corregedor-nacional de Justiça, João Otávio de Noronha, que, entre outras medidas, propôs que as folhas individuais de pagamento de cada magistrado sejam divulgadas no Portal da Transparência do CNJ.

Um trecho da nota:

“Com essas ferramentas serão viabilizados o aumento da transparência e o efetivo controle do pagamento da remuneração de todos os membros da Justiça do país. A transparência na Administração Pública é um dos pilares do Estado Democrático de Direito e somente com iniciativas como esta é que o Poder Judiciário de nosso país poderá corresponder aos anseios e demonstrar seu comprometimento com o povo brasileiro.”

17 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. “HORÁRIO DE TRABALHO disse:
    6 de setembro de 2017 às 14:15
    .
    E vai constar nos holerites o DESCONTO pelas faltas, atrasos e horas não trabalhadas por juízes e ministros? Somos mesmo todos iguais perante e a lei? Todo e qualquer trabalhador do setor privado sofre desconto por faltas e atrasos! Por que será que a nossa justiça é tão lenta? Entre outras razões, PORQUE OS VAG… digo magistrados, com raras exceções simplesmente não trabalham!”
    .
    Juiz raramente lê os processos.
    São escreventes de confiança (advogados) que fazem a maioria dos despachos.

  2. “João Otávio de Noronha, que, entre outras medidas, propôs que as folhas individuais de pagamento de cada magistrado sejam divulgadas no Portal da Transparência do CNJ.”
    .
    A FOLHA integral, com todos os penduricalhos a título de auxilo para escola para filhos e aparentados, auxilio paletó, moradia, ALIMENTAÇÃO e etc.. Se possível até o gasto com veiculos e motoristas.
    Aí sim!!!!
    CLAP CLAP CLAP!!!

    1. Entendo que o teto do funcionalismo público deveria ter por base o piso salarial do professor. Exemplo: O subsídio integral mais alto, sem a existência de penduricalhos, não pode exceder a dez vezes o que é pago ao professor que ganha menos.

  3. E vai constar nos holerites o DESCONTO pelas faltas, atrasos e horas não trabalhadas por juízes e ministros? Somos mesmo todos iguais perante e a lei? Todo e qualquer trabalhador do setor privado sofre desconto por faltas e atrasos! Por que será que a nossa justiça é tão lenta? Entre outras razões, PORQUE OS VAG… digo magistrados, com raras exceções simplesmente não trabalham!

  4. Nenhum funcionário público no Brasil deveria ganhar mais do que 10 salários mínimos! Os que ganham acima disso, deveriam pagar 40% de INSS como forma de equilibrar o deficit da Previdência. Até que o deficit seja resolvido. Depois, reduz de novo a alíquota.
    Tá na hora do Brasil ser passado a limpo! Tá na hora de acabarmos com esses BARNABÉS! Acabar com esses NABABOS! A Previdência quebrou por causa disso!
    Qualquer pessoa que se aposenta no Brasil ganha no máximo 4 ou 5 mil. Por quê esse ps NABABOS ganham 30, 40, 50 mil? São mais bonitos, mais gostosos? Vão Sifudê!