“Um duro golpe contra a Ficha Limpa”

A CNBB saiu hoje, oficialmente, em defesa da Lei da Ficha Limpa, após o STF, há uma semana, determinar a exclusividade das câmaras municipais para julgar as contas de prefeitos.

“Na prática, isso significa o fim da inelegibilidade dos executivos municipais, mesmo que tenham suas contas rejeitadas pelos tribunais de contas. Trata-se de um duro golpe contra a Lei da Ficha Limpa, o qual favorecerá o fisiologismo político e a corrupção, considerando o poder de barganha que pode haver entre o executivo e o legislativo municipais. Conclamamos a população, legítima autora da lei, a defendê-la de toda iniciativa que vise ao seu esvaziamento. Urge não dar trégua ao combate à corrupção eleitoral e a tudo que leve ao desencanto com a política cujo objetivo é a justiça e o bem comum, construído pacífica e eticamente”, argumentou a entidade, em nota.

Faça o primeiro comentário