Um presidente a mando da Odebrecht

O depoimento do engenheiro da Odebrecht, como dissemos, demole a defesa de Lula.

Ele não confessou apenas que reformou o sítio de Lula a mando da Odebrecht. Ele confessou também que as obras iniciaram em outubro de 2010, quando Lula ainda estava no Palácio do Planalto, e prosseguiram aceleradamente até o fim do ano, para poder receber o presidente da República ao término de seu mandato.

A data é importante para a Lava Jato. Porque ela aparece também nas mensagens de Marcelo Odebrecht.