Um presidente sem comprovação científica

Um presidente sem comprovação científica
Foto: Presidência da República

Jair Bolsonaro, acreditem, quer convencer as pessoas de que nunca receitou hidroxicloroquina como salvação para a Covid-19.

“Eu não apostei e nem joguei na hidroxicloroquina”, disse ontem, durante evento para apresentar  o resultado clínico do uso do medicamento Nitazoxanida.

Segundo o mesmo Bolsonaro, “no início estava dando certo e nós não tínhamos alternativa”.

No discurso, que parece ter sido retirado das nádegas, o presidente também enfatizou a necessidade de que a vacina chinesa seja aprovada pela Anvisa e tenha “comprovação científica”.

A mesma que ele ironizava ao prescrever o medicamento antimalárico.

Leia mais: ao se aliar ao Centrão, o presidente se cercou de vários políticos que são alvo de investigações ou já se tornaram réus
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 173 comentários
TOPO