Um projeto podre

Em editorial, O Globo tenta responder à questão “sobre como um programa de bons propósitos, e ainda de uma faxina ética histórica na política brasileira, deu no que deu”. Mas o jornal parece ignorar a ótima reportagem que publicou há duas semanas.

Os crimes petistas não se iniciam com a chegada do partido à Presidência da República. No início dos anos 90, a ocupação dos fundos de pensão já dava o tom do que eles seriam capazes de fazer no poder. Uma vez no Planalto, todos aqueles meliantes foram premiados por Lula.

O “programa de bons propósitos” nada mais era do que o disfarce de um projeto podre que quebraria o país décadas depois.

Faça o primeiro comentário