ACESSE

Um tiro no pé

Telegram

A meta dos bolsonaristas é levar mais gente às ruas no domingo do que a marcha dos estudantes, na última quarta-feira.

Mas o PSL está dividido.

Segundo a Folha de S. Paulo, Joice Hasselmann vê os atos como “um tiro no pé”.

Como foi articulada a primeira grande derrota de Sergio Moro em Brasília. LEIA AQUI

Comentários

  • MIRIAM -

    Lembrem-se de Collor.

  • Teresa -

    Com certeza será um tiro no pé, o começo do fim.

  • Carmen -

    Joice está certa. Ao invés de estratégias, governe Bolsonaro.

Ler 249 comentários