Uma bomba na democracia

A manobra de José Dirceu para “vitimizar” Lula, depois que um rojão explodiu na porta de seu instituto, expandiu-se rapidamente.

Dilma Rousseff declarou:

“A intolerância é o caminho mais curto para destruir a democracia. Lançar uma bomba caseira na sede do Instituto Lula é uma atitude que não condiz com a cultura de tolerância e de respeito à diversidade do povo brasileiro”.

O presidente do PT, Rui Falcão, acrescentou:

“Estamos protestando contra isso que foi um ataque terrorista ao instituto. A Polícia Federal, que tem como responsabilidade a proteção e escolta dos ex-presidentes, na nossa visão, deve assumir a investigação”.

O site Brasil 247, que coordenou a manobra de José Dirceu, até elegeu a musa do rojão: o cartunista Laerte.

O suposto cartunista