Uma campanha de US$ 50 milhões

O publicitário Feira disse à PF que recebeu US$ 50 milhões da campanha em Angola, “não se recordando” quanto recebeu das campanhas na República Dominicana e na Venezuela.

A PF o questionou sobre o alto valor da campanha angolana. Ele disse que se deve a “problemas de infraestrutura, do risco pessoal, financeiro, conflitos étnicos, etc, bem como por ser considerada uma black list no mercado internacional”.

Santana recebeu R$ 70 milhões no caixa 1 da campanha de Dilma. É o risco PT.