ACESSE

"Uma coisa foi a reforma da Previdência..."

Telegram

O senador Telmário Mota (Pros) foi um dos que se reuniram ontem com Paulo Guedes na residência oficial de Davi Alcolumbre para tratar do pacote de medidas econômicas apresentadas nesta semana pelo governo.

Para ele, a tramitação das PECs que chegaram ao Congresso não será rápida.

“São reformas estruturantes e o Congresso não vai responder a isso tão rapidamente. Vai ter um grande debate. Talvez a reforma administrativa, que começará a tramitar na Câmara, avance um pouco mais.”

Mota afirmou a O Antagonista que não dá para comparar a reforma da Previdência com as novas reformas propostas.

“Uma coisa foi a reforma da Previdência: havia ali um clamor social, porque o governo conseguiu fazer a população entender que se não fizesse a reforma, o país quebraria. Não acho que vá acontecer o mesmo com estas outras propostas.”

O NOVO 7 x 1 BRASILEIRO Leia aqui

Comentários

  • Carlos -

    Essa gente ordinária de Brasilia não está nem aí pro povo. Faça uma pesquisa e veja qual é a opinião sobre a eliminação de 1200 prefeitos, milhares e milhares de vereadores, etc, etc.

  • Alexandre -

    Senador mal informado ou tendencioso. Por acaso não sabe que apenas a reforma da previdência não salva o Brasil de quebrar.

  • Magda -

    Senador,o povo era contra a reforma da previdência pq o Congresso ñ tinha interesse q ele entendesse.Dps de explicado, todos aceitaram.O msm é c/ as atuais reformas,os políticos ñ querem perder a boca

Ler 20 comentários