Uma consciência útil

Alessando Molon, da Rede, votará contra o impeachment, seguindo a sua “consciência”.

A história está cheia de “consciências” úteis.

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler 6 comentários
  1. Santo Antônio Palocci (do patrimônio multiplicado) é o grande ausente da operação que está lavando o Brasil do lamaçal onde o PT nos afundou. Quosque tandem?

  2. Com a contrapartida ambiental foram gastos em Belo Monte, 120 milhões de reais. Só com propina, 135 milhões? Que país é esse???

  3. …. Continuando… A democracia é o unico regime que permite criar mecanismos contra os esquemas de corrupção. Vide os EUA. É importante observar que a corrupção cigantesca até agora apurada está ligada a estatais e bancos públicos, coisas que não deveriam existir. Assim que nos livrarmos dessas estrovengas e chegarmos a um estado mínimo, a eficiencia do combate a corrupção será muito maior.

  4. J. Renato está sobre o efeito de pesados entorpecentes… Só pode. O capitalismo não está imune a corrupção, mas está longe, anos luz, de ser o sistema mais corrupto. Vide o comunismo/socialismo dos países mais próximos. Porém é o único que é compativel com o democracia e que por isso

  5. A corrupção não tem espaço no mundo moderno, mas acredito que não deveria existir espaço para o puritanismo também, as empresas existem para obter lucro, uma vez que escolhemos o sistema capitalista, os Governos são os sócios deste negócio, logo de alguma forma querem participar destes lucros, ou pela forma de impostos, ou pelo comissionamento. Assim, é perfeitamente entendível os desvios que ocorreram, estamos em volta a uma crise existencial, a solução passa pela aceitação do fato, coisa que ninguém quer fazer, outra possibilidade é deixar como está. Alterar, como???

Os comentários para essa notícia foram encerrados.