UMA DÉCADA DE PETROLÃO

Os procuradores confirmam no documento a longevidade do esquema de rapinagem na Petrobras: “A estrutura criminosa perdurou por, pelo menos, uma década”.

Faça o primeiro comentário