Uma exceção excepcionalíssima

Em seu comentário na rádio CBN, Merval Pereira lembra que, em 193 dos 194 países filiados às Nações Unidas, as prisões são feitas na primeira ou na segunda instância.

Um doce para o leitor de O Antagonista que adivinhar qual é o único país em que isso não acontece.

(Dica: é aquele mesmo em que um condenado em segunda instância por corrupção e lavagem de dinheiro sai por aí, belo e faceiro, fazendo “caravanas”.)

Comentários

  • Lidia -

    Juristocracia em curso https://www.youtube.com/watch?v=RlJbtAFXivM

  • Marçal -

    Em Cleptocracias, não existe prisão. Ou prescreve ou prendemos o defunto. Nosso STF mostrou a que veio. Quem protege corrupto é o que?

  • GILDA -

    Essa é fácil de responder e eu quero meu doce. Resposta: é o Brasil. Eu só gostaria de entender porque tanta celeuma com a Lula. Ora... siga-se a lei. Para que tanto questionamento ?

Ler 187 comentários