UMA FAZENDA DE R$ 26 MILHÕES

Em 2012, o jornal Gazeta do Mato Grosso revelou a compra da Fazenda Dora Paulicéia por Juscelino Dourado, ex-assessor de Antonio Palocci, que também foi preso nesta manhã pela Lava Jato.

A reportagem cravava o valor do negócio: R$ 26 milhões.

A Polícia Federal também cumpriu mandados de busca na propriedade, localizada no km 15 da MT 130, que liga Rondonópolis a Poxoréo. A fazenda pertencia à empresária Dora de Castro e é fruto da divisão da AL Paulicéia, referência na criação de nelore no Brasil.

Dourado era o laranja de Palocci.